A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Invista nos alimentos que diminuem o colesterol


Mudar a alimentação é fundamental para o tratamento do colesterol alto. Alterações na dieta reduzem o LDL (colesterol ruim) em 10%, o que pode ser suficiente para baixar o risco de infarto e acidente vascular cerebral (AVC) - males associados a taxas elevadas dessa gordura. Quedas maiores só são obtidas quando a dieta está muito distante das recomendações. De qualquer forma, cuidado com a gordura saturada. Encontrada em carnes gordas, pele de frango, bacon, embutidos, banha e laticínios integrais, é uma fonte perigosa de colesterol. Procure limitar seu consumo a 10% do total de gorduras. Prefira carnes magras e gorduras saudáveis, como as monoinsaturadas (azeite, nozes e amêndoas) e as poli-insaturadas (peixes de águas profundas).

O exagero de óleos vegetais nos produtos refinados e multiprocessados também não é bem-vindo. Pode induzir a inflamação nas artérias e degradar o colesterol. Também fique longe das gorduras trans (gordura vegetal hidrogenada). Elas fazem subir o mau colesterol e cair o bom (HDL). Já frutas, verduras e legumes merecem lugar à mesa: suas fibras ajudam a derrubar o colesterol e seus antioxidantes impedem a degradação dele. Veja os alimentos que ajudam a normalizar as taxas:

Aveia
Rica em fibras, diminui a absorção do colesterol.
Dose: 2 colheres de sopa por dia.

Azeite extravirgem
Fonte da saudável gordura monoinsaturada.
Dose: 2 colheres de sopa por dia.

Soja
Rica em fitoesteróis (componentes também encontrados em óleos vegetais e margarinas enriquecidas).
Dose: 25 g (ou 2 colheres de sopa) de proteína de soja ou 20 g de margarina com fitoesteróis por dia.

Sardinha (e outros peixes de águas profundas)
Fonte de ômega-3, diminui a formação de coágulos, que obstruem as artérias.
Dose: 1 porção 3 vezes por semana.

Linhaça
Rica em ômega-3 (embora nem tanto quanto o óleo de peixe), ainda tem fibras e fitoesteróis.
Dose: 2 ou 3 colheres de sopa por dia.

Abacate
Ótima fonte de ácidos graxos mono e poli-insaturados.
Dose: 4 colheres de sopa 3 vezes por semana.

Chá verde, café e chocolate amargo
Contêm antioxidantes, que protegem contra a degradação do colesterol.
Dose: 3 xícaras diárias dos dois primeiros e 30g do último.

Vinho tinto
Tem efeito anti-inflamatório. Além disso, o antioxidante resveratrol, presente na casca da uva, protege as artérias contra agressões.
Dose: 1 taça (120ml) por dia.


Fonte: Boa Forma

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Siga as dicas e entre em forma para o verão


O inverno carioca já deu a prévia de como será o verão: muito quente. Os termômetros em plena estação fria bateram recordes com temperaturas de 30°. Ao invés de casacos, muitas pessoas tiraram a roupa de banho do armário e lotaram as praias do Rio de Janeiro. Por isso, quando o verão chegar, devemos estar preparados para uma temporada de muito calor. Contudo, é necessário ter saúde e disposição para aproveitar cada dia ensolarado que está por vir.

Ao contrário do inverno onde, normalmente, acabamos relaxando um pouco na alimentação, investindo em massas, fondue e chocolates quentes, no verão a pedida é por pratos leves que nos deem disposição para investir em programações ao ar livre, ficar até tarde na praia, aproveitar a natureza. Por ser a estação das férias, queremos aproveitar o sol, o mar e o calor para sair de casa e colocar o corpo em movimento. Mas para que isso ocorra da melhor maneira possível, é importante estar atento a três fatores: alimentação, saúde e hidratação do organismo.

Durante o verão, nos dias ensolarados, torna-se mandatório um cuidado maior com a hidratação do corpo. Nessa época há muita perda de líquidos e de sais minerais, portanto é necessário aumentar a ingestão de líquidos para repor essa perda e manter o organismo sempre hidratado. Evite refrigerantes. Invista em água de coco, pois apresenta baixo teor calórico e pode ser utilizada, em alguns momentos, para substituir a água para saciar a sede e também para repor eletrólitos como sódio e potássio em casos de desidratação intensa. Mas não esqueça de beber água natural também.

De olho também na alimentação e bebidas alcoólicas!
Em dias de altas temperaturas, muitas vezes há uma inibição da fome, devido ao calor excessivo. A falta de apetite pode levar a jejuns prolongados, que podem deixar o organismo fraco e debilitado. O ideal para contornar essa situação é consumir alimentos saudáveis e de fácil digestão, como frutas, legumes, carnes magras, saladas, evitando assim frituras e alimentos ricos em gordura, que no verão são mais difíceis de serem digeridos.

Fique atento também às bebidas alcoólicas que geralmente são consumidas com maior frequência, como por exemplo a cerveja e a caipirinha. Além de conterem calorias extras, quando ingeridas em grandes quantidades, estas bebidas podem levar à desidratação e perda de líquido intensa pelo organismo.

Seguindo estas dicas seu verão será marcado por muita disposição e saúde para aproveitar todos os dias da estação mais aguardada do ano.


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Gengibre emagrece, retarda o envelhecimento e previne o câncer



Rico em propriedades medicinais, o gengibre é utilizado há mais de 3 mil anos como remédio para diversos males, e fonte de vitamina B6, cobre, magnésio e potássio. Por ser antioxidante, aumenta a imunidade, previne o câncer e ainda embeleza a pele e o cabelo. Uma pesquisa do Instituto Hormel, da Universidade de Minnesota (EUA), concluiu que o gingerol - composto que dá sabor picante ao gengibre - retarda o crescimento de tumores no intestino. 

Acrescente uma colher (chá) de gengibre ralado em suas refeições diárias e note o número do seu manequim diminuir! Ele é um alimento termogênico, ou seja, aumenta a temperatura do corpo, mantém o metabolismo acelerado e eleva a queima de gordura. E mais: como é rico em antioxidantes, combate os radicais livres e deixa a pele livre de rugas. Para potencializar o efeito desintoxicante, consuma com alho e cebola.

O chá de gengibre é um ótimo descongestionante quando se está gripado. Ele combate as doenças das vias respiratórias e da garganta por seu efeito antisséptico e anti-inflamatório. Mas atenção: o consumo do gengibre tem contraindicação para quem é hipertenso ou tem problemas estomacais, como gastrite e úlcera. 

Na hora da compra, escolha um gengibre com a pele lisinha - assim você tem a certeza de que ele não está fibroso. Descarte os pedaços enrugados, sem cor e com as pontas mofadas: quando começam a envelhecer, ficam com o gosto mais forte e ardido. Guardado na parte de baixo da geladeira, dentro de um saquinho de papel (como o de pão), o gengibre permanece fresco por várias semanas.

Fonte: M de Mulher

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Alimentos poderosos para sua dieta



Existem muitos truques por aí que garantem um corpo lindo e a redução de medidas imediata. Mas a verdadeira maneira de se manter em forma é apostar numa dieta saudável, a base de alimentos naturais, como sementes, frutas, verduras e um time de outros itens indispensáveis para seu cardápio. Hoje, vamos falar sobre estes alimentos e os poderes que exercem sobre nosso organismo.

No grupo das sementes, a amêndoa é uma ótima opção. Além de ser ótima para a pele, é rica em gordura boa (mono e poli-insaturadas), e ajuda a perder peso e melhora a sua saúde. Seus benefícios não param por aí:  tem ação anti-inflamatória, baixo índice glicêmico (saiba mais sobre índice glicêmico), fibras, magnésio e proteína. E uma ótima informação para as mulheres: combate a celulite e ajuda a emagrecer!

O coco, uma deliciosa bebida para os dias mais quentes, também pode ser incluso na sua lista do bem. Rico em ômega-3, o fruto faz um bem danado ao coração e age como um excelente anti-inflamatório. Outra notícia boa para quem quer perder umas gordurinhas: o alimento é utilizado como fonte primária de energia pelo organismo, ou seja, não fica armazenada. 

A chia, outra sementinha ótima para emagrecer, carrega os ácidos linolênico, oleico e alfa-linoleico, que ajudam a diminuir as inflamações. Por ser rica em fibras solúveis, melhora o trânsito intestinal e ajuda a aumentar a sensação de saciedade, o que corrobora para a perda de peso. Controla, também, os níveis de glicose, colesterol e pressão artificial. Maravilhoso, não?!

Agora, você já sabe quais itens incluir na sua lista de compras e alavancar sua saúde!

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Aposte nesses 4 alimentos termogênicos para queimar gordura corporal


Aqui no blog eu já mostrei 7 alimentos que te ajudam a emagrecer mais rápido porque são termogênicos, ou seja, aceleram o metabolismo e auxiliam na queima de gordura corporal. Pois você pode acrescentar mais quatro alimentos a essa lista, e incluir todos em uma alimentação variada. Confira:

GUARANÁ EM PÓ
Tem efeito estimulante, melhora a atenção e o rendimento na prática da atividade física. Uma colher de café por dia é o suficiente, adicionado ao leite, água ou suco.

CAFÉ
O café otimiza a performance dos treinos, o rendimento e o desempenho cognitivo. Isso aumenta a agilidade e a atenção, além de reduzir a fadiga. Três a quatro xícaras por dia bastam.

PIMENTA VERMELHA (CAPSAICINAS)
Aumenta a salivação, estimula a secreção gástrica e o bom funcionamento intestinal. Alguns estudos mostram redução na ingestão alimentar e aumento do gasto energético após as refeições que contêm pimenta. Três a quatro gramas por dia em temperos em pratos quentes e saladas são o ideal.

FEIJÃO BRANCO
A faseolamina  presente nele tem como propriedade inibir a atividade da enzima responsável pela transformação do amido (carboidrato) ingerido, em glicose. Esse mecanismo apresenta uma alternativa segura para as dietas de emagrecimento e para diabéticos que precisam diminuir a quantidade de açúcar circulante.


Fonte: Daqui Dali

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Chocolate amargo: delicioso e um aliado da saúde


Se você é chocólotra(o) assumida(o), vai gostar da notícia: o chocolate amargo, além de uma delícia, faz bem para a saúde do coração e ajuda a combater o estresse. Os chocolates ao leite, por sua vez, devem ficar fora da sua dieta. Hoje vamos entender por que esta sobremesa virou queridinha entre os nutricionistas.

Pesquisas realizadas na Universidade de San Diego (EUA) submeteram voluntários a comer algumas gramas de chocolate amargo todos os dias, durante uma quinzena. O resultado foi uma baixa nos níveis de glucose e de LDL (colesterol ruim), e um aumento no HDL (colesterol bom). Além deste experimento, estudos e outras pesquisas também reforçam estes benefícios e mais: o consumo de chocolate amargo combate o acúmulo de placas de gordura, ajuda no controle da pressão arterial e do fluxo sanguíneo. Todavia, os benefícios só valem para o chocolate que tiver acima de 70% de cacau e precisa estar incluso em uma alimentação balanceada.

Ademais, a iguaria também tem efeito antioxidante. Os responsáveis por estes benefícios são os flavonoides, antioxidantes naturais. Além de agir contra o envelhecimento, o chocolate amargo é fonte importante de potássio e magnésio, minerais envolvidos principalmente na força muscular. Porém, não se esqueça: a sobremesa é uma fonte rica de calorias! Uma barra comum, de 170g por exemplo, tem 816 calorias. Por isso, não exagere na dose! 40 gramas três vezes por semana são mais do que suficientes para obter todos esses benefícios sem comprometer suas medidas.



Fonte: Revista Viva Saúde

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Invista na linhaça


As pesquisas não cansam de descobrir os benefícios da linhaça para a saúde. É por isso que quando se fala na semente, a gente já imagina uma avalanche de vantagens. Fonte de fibras alimentares, proteínas, vitaminas B1, B2, C, E, caroteno, ela é a mais rica fonte de ômega 3 existente na natureza e, ainda, contém ferro, zinco e um pouco de potássio, magnésio, fósforo e cálcio. Todos estes componentes podem diminuir o risco de algumas doenças degenerativas como diabete, arteriosclerose e doenças cardíacas.

As mulheres aprenderam a colocá-la no prato também pelos benefícios que proporciona a beleza. Além de melhorar o funcionamento do intestino, a linhaça acaba com a retenção de líquidos e ajuda na eliminação de toxinas. Fonte de ácidos graxos poliinsaturados, ainda retarda o envelhecimento celular e combate os radicais livres, deixando a pele jovem e bonita. Quer mais? Ela contém uma substância chamada taglandina, que regula a pressão do sangue, a função arterial e exerce um papel importante no metabolismo de cálcio, melhorando a produção de energia celular. Quer dizer? Seu consumo faz com que os músculos se recuperem mais rapidamente após os exercícios. Você pode ir para a academia tranquila porque a chatinha dor do dia seguinte tende a ser mais branda!

Seu poder de emagrecimento também é mega! Quando associada a uma dieta hipocalórica ou a reeducação alimentar, ela também ajuda a emagrecer. Uma colher de sopa possui só 39 calorias. O ideal é que se consuma 2 colheres de sopa por dia. Você não tem desculpas para acrescentá-la no seu dia a dia. Ela pode ser adicionada no suco, sobre uma fruta, ou misturada com aveia, leite desnatado ou iogurte 0% gorduras e de baixas calorias.


Fonte: Shape